Estudo não aumenta eficiência do trabalho no Brasil, diz pesquisa

Matéria publicada pela Folha de São Paulo em 29/11/2016 fala sobre pesquisa feita por Ricardo Paes de Barros, economista-chefe do Instituto Ayrton Senna e professor do Insper. Confira um trecho abaixo:

“O avanço da escolaridade no país nas últimas décadas não foi acompanhado do aumento esperado de eficiência do trabalhador brasileiro.

A experiência internacional mostra que, à medida que acumulam mais anos de estudo, os profissionais de uma nação, normalmente, se tornam mais produtivos, contribuindo, com isso, para o crescimento da economia.

Dados preliminares de uma pesquisa feita por Ricardo Paes de Barros, economista-chefe do Instituto Ayrton Senna e professor do Insper, revelam que isso não parece estar ocorrendo no Brasil.”

[link-destaque]Clique para acessar este artigo  [/link-destaque]


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

surya168 akun pro thailand slotgacormax.win akun jp daftar slot online judi bola situs judi bola resmi